11 4587.5357

conheça

somos assim

Aqui você encontra informações sobre essa instituição, nossos trabalhadores voluntários, um pouco da nossa história e parte da nossa memória fotográfica. 

PÁGINA INICIAL     ARTIGOS     QUEM SOMOS     DOUTRINA     AGENDA     CONTEÚDO     ESTRUTURA   ESTUDOS     PROJETO     CONTRIBUA     VOLUNTARIADO     DEPOIMENTOS     MÚSICAS

ESSE É O NOSSO LAR

QUEM SOMOS

O Lar Espírita Vinha de Luz

fachada

Como o próprio nome está indicando, somos uma instituição ESPÍRITA, fundada a 03 de Outubro 1962, com sede própria à Rua Frei Itaparica, 33, que historicamente presta socorro espiritual e material a famílias em situação de vulnerabilidade, bem como socorro espiritual a todos que frequentam suas atividades, cujos objetivos são:-

Estudo e divulgação da doutrina Espírita, de acordo com as regras estabelecidas na CODIFICAÇÃO realizada por Allan Kardec, e vinda a público em abril de 1857 em Paris, na França, pela publicação de O Livro dos Espíritos.

Manter, de forma constante e continuada, estudos das obras de Allan Kardec, ou seja, as informações filosóficas e religiosas, que nos ajudam na manutenção do equilíbrio necessário diante da vida.

Manter grupos de socorro espiritual através de reuniões específicas, voltadas ao atendimento de frequentadores e seus familiares.

Manter trabalhos de visitas fraternas, com o culto do Evangelho no Lar, mediante solicitação do frequentador.

Manter um departamento de Evangelização infantojuvenil aos filhos dos frequentadores, cujas reuniões ocorrem ao mesmo tempo que as reuniões de estudos.

Manter um departamento de doutrina, responsável pela coordenação dos estudos e das divulgações doutrinárias, interna e externamente.

Manter uma biblioteca ESPÍRITA, com acervo de obras sobre o Espiritismo, à disposição dos frequentadores, com retirada dos livros para leitura em suas casas.

Manter uma sala de costura através da qual voluntários elaboram no local, ou em suas residências, roupas às crianças recém nascidas, com a montagem de enxovais para os bebês.

Manter um departamento de Assistência Social, atendendo pessoas e famílias necessitadas de socorro material e espiritual, com orientações de características de educação doméstica e educação “moral” para a reaquisição do equilíbrio necessário.

Manter aulas de reforço escolar aos filhos das famílias atendidas pela casa. Reforço escolar com base nos currículos das escolas normais.

OS TRABALHADORES

DIREÇÃO

Nossos voluntários fazem um excelente trabalho que é coordenado por uma equipe de pessoas comprometidas com a doutrina, a caridade e o bem-estar do próximo.

Diretoria

  • Presidente: Antônio da Silva

  • Secretária: Neusa Marta Zillo Silva

  • Tesoureira: Lúcia Leal de Mattos

  • Diretor de Doutrina: Fernando José Colin

  • Diretora de Educação: Daniela da Graça Ferreira Tafarelo

  • Diretora de Assistência Social: Sueli Rossi

  • Diretor de Patrimônio: Carlos Possani

Conselho deliberativo (membros efetivos)

Achilles Romanato Pandini

Adalberto de Souza

Carolina Zillo Silva

Diniz Baldin

Dráuzio Ferreira

Ildefonso Segura Vidal

Jose Valentim Zillo

Leonor Romanato Pandini

Maria Cecília Povolo Segura

Marlene Stramandinoli Pantaroto

Neusa Maria Felippe Paulino

Robinson José Sartori

Romeu Passarim

Sandra Noemi Basílio Donola Sartori

Sirimar Antônio Pantaroto

Wagner Capeletto

Wilson de Paula

Conselho deliberativo (membros suplentes)

Daniel Petitinga de Miranda

Dulcinea Alves Franco de Almeida.

Lucas Nogueira Coraine

Vlademir Crivelini

Wladimir Coraine

um pouco de história

memórias

Resgatamos alguns registros fotográficos que demonstram o trabalho dos voluntários desde a construção do Lar.
primeiras construçõesfrequentadoressalão de palestrasvisão externaportão frontalprimeiras construçõesprédio principalpessoas assistidasvoluntários na construçãoprimeiros tijolosalicercesterrenoconstruindovoluntários na construçãopalestrantesprimeiras construçõesparquinhocoralfrequentadoresvoluntáriospalestrantecriançascrianças no parquinhopadariaoficina de costuraberçáriomarcenariaaula de violãocoralhortalivrariaprimeiras construçõespessoas assistidasfachada
Baseado no artigo de Ildefonso Segura (PUBLICADo INICIALMENTE EM 2017)

nossa história

Entre 1956/58, o casal ROQUE e MARIA DIRCE JACINTHO e sua filha SILVIA, se empenharam na tarefa da divulgação da Doutrina Espírita em Jundiaí.

Inicialmente os estudos aconteciam numa sala do Lar Anália Franco. Com mais frequentadores, surgiu a necessidade de um local mais amplo, onde pudesse acolher as atividades doutrinárias e assistenciais.Houve então um movimento para angariar recursos financeiros, a fim de quitar ao menos uma parte de um terreno na Vila Jundiainópolis. Feitas as primeiras melhorias, suficientes para a primeira palestra, autoridades foram convidadas para a inauguração em 03 de outubro de 1962. Após as comemorações, a diretoria dirigiu-se ao cartório para registrar o imóvel e foi informada que a venda não era legal, pois o vendedor não era proprietário. Nas tentativas de regularização junto ao verdadeiro proprietário, não houve acordo, ao saber que o imóvel seria utilizado por uma casa espírita. O negócio foi desfeito, mas os recursos financeiros não foram recuperados.Novamente o movimento se organizou para angariar novos recursos.Então surgiu a oportunidade de compra do terreno onde estamos atualmente. Desta vez a venda era legítima. Assim, os frequentadores/voluntários se mobilizaram para a construção das estruturas. Buscavam doações de tijolos nas olarias, recebiam entulhos cerâmicos para tornar o terreno mais concreto. O primeiro prédio construído, hoje abriga a biblioteca e a venda dos pães.Com o tempo, outros prédios foram erguidos e atualmente utilizamos para as atividades doutrinárias e assistenciais.Mesmo sendo uma região muito pouco habitada e com infraestrutura inexistente, os voluntários se empenhavam a visitar os moradores tão carentes, levando roupas, calçados, alimentos, o conhecimento da Doutrina e o passe quando solicitado.Enquanto o Lar era construído pelos voluntários, bem próximo instalava-se a Comunidade do São Camilo, muito carente de todo tipo de ajuda. Então nossos voluntários passaram a oferecer a “Sopa Fraterna”, que inicialmente era distribuída a céu aberto. Por aproximadamente 30 anos essa sopa foi oferecida, juntamente com os conhecimentos da Doutrina e do passe.Com o passar dos anos, outros serviços assistenciais foram incorporados: a sala de costura, confecção de enxovais para os bebês, orientação para as mães, fornecimento de leite em pó, evangelização infantil, visita fraterna (evangelho e passe), doação de alimentos, cursos profissionalizantes, reforço escolar, berçário, curso de artesanato e até atendimento médico e dentário.O Lar como instituição, mantém as atividades assistenciais e doutrinárias por orientação espiritual, através de mensagens psicografadas por Chico Xavier onde então Dr. Bezerra de Meneses, nos orienta para que tenhamos sempre por roteiro as obras básicas da codificação.E é assim que até hoje nos empenhamos em manter o Lar, através do estudo das obras básicas da Doutrina Espírita, contando com a ajuda e o envolvimento fraterno dos nossos voluntários, nas atividades doutrinárias e assistenciais.Cada um que oferece ou recebe algo aqui, passa fazer parte da nossa história.

    Clique e acesse outra página

    PÁGINA INICIAL     ARTIGOS     QUEM SOMOS     DOUTRINA     AGENDA     CONTEÚDO     ESTRUTURA   ESTUDOS     PROJETO     CONTRIBUA     VOLUNTARIADO     DEPOIMENTOS     MÚSICAS

    voltar ao topo